Olá, amigo Empresário e Empreendedor.

Será que você está preparado para a Transformação Digital de sua Empresa ?

Esta é uma questão bastante importante para os dias atuais (aliás, para qualquer tempo).

O problema dos Resultados esperados pelos Empresários sempre foi e sempre será INDEPENDENTE dos tempos em que estivermos vivendo.

Aliás, muitos dos problemas e dificuldades enfrentadas pelos Empresários está diretamente relacionada a esta ineficiência de se entender como gerar tais Resultados.

Mitos e Verdades sobre a Transformação Digital irá mostrar onde você deve estar errando e como iniciar o processo para se preparar para esta mudança, e como consequência, começar a ter prosperidade com sua Empresa.

Os resultados só dependem de você, amigo Empresário. Então, não continue terceirizando seus problemas, e consequentemente seus Resultados.

Mas antes, você precisa saber, conhecer do que se trata esta Transformação Digital.

No final, você entenderá que é muito mais fácil do que você está pensando ou pensava.

Vamos lá então…..

Transformação Digital não está envolvida somente no uso da tecnologia na Empresa ou no uso da tecnologia para melhorar a experiência do Cliente.

O conceito da Transformação Digital envolve o processo pelo qual as Empresas fazem uso da Tecnologia para melhorar o desempenho, e então garantir melhores resultados.

Um exemplo claro que posso citar, é em uma Empresa de Tecnologia da Informação que desenvolve Sistemas, normalmente se utiliza diversos aplicativos para melhorar a organização, desde o processo do Desenvolvimento do Software, pois é uma fábrica, até o momento do atendimento ao Cliente na área comercial, o suporte, lá também utiliza ferramentas.

No Varejo, o primeiro passo seria a Empresa adotar um Software de Gestão. Mas só adotar e não usar, não quer dizer que ela aderiu ou está se beneficiando da Transformação Digital.

Chegamos então ao primeiro MITO, o que muitos pensam que a Transformação Digital só tem a ver com a Tecnologia. Ela é sempre um MEIO, mas não um FIM.

Outro ponto a destacar, como segundo MITO, é que a Transformação Digital passa apenas pela aquisição da Ferramenta de Tecnologia. Este é um ledo engano. Não se iluda, a aquisição da ferramenta é o passo decisivo muitas vezes para o início de um processo longo da Transformação Digital.

Saber escolher a ferramenta é uma etapa, depois, a principal será fazer uso dela.

Agora chegamos ao terceiro MITO, aquele que diz respeito ao que os Empresários entendem como varinha de condão.

Então, com isso quero alertar para que todos entendam que a Transformação Digital passa por um período longo de adequações, adaptações, mudanças.

Muitos Empresários se iludem que com a troca do Sistema (por exemplo), tudo irá se resolver.

A troca do Sistema muitas vezes não é o problema, mas sim os processos internos que precisam ser revistos. As formas de fazer Gestão que precisam ser mudadas.

Não distante de tudo isso, o quarto MITO nos irá mostrar que os Empresários precisam sim estar abertos a ajuda. Esta ajuda sempre virá de terceiros, como Consultores ou Fornecedores do próprio Sistema que irão orientar, de forma salutar, produtiva, como obter mais Resultados, otimizar realmente a forma como atua no mercado, utilizando as melhores prática e ferramentas.

Isso se faz necessário, porque o que acontece muito, é termos nas mãos uma FERRARI, mas não sabemos pilotar, ai consequentemente não iremos obter os melhores resultados.

Junto com este fator, vem a consideração sobre confiar mais, e delegar mais.

Quando delegamos, precisamos ter ferramentas que nos de um posicionamento do que está acontecendo.

Somente a Transformação Digital permite isso.

Através dela, o Empresário irá conseguir acessar informações, tomar decisões baseado em fatos concretos.

Deixe o achismo de lado, a Transformação Digital não permite isso.

Veja, estamos falando de muitas coisas até aqui que estão relacionadas a Gestão da Empresa, não falamos quase nada sobre o Cliente, a percepção dele.

Mas, isto está implícito nesta mudança. Melhorando internamente o Cliente irá notar, ele está atento, e sabe quando mudanças estão sendo feitas para melhor.

Assim como ele também sabe quando as coisas não estão indo bem.

Quando o Empresário se dá conta de que não sabe como conseguia conduzir a Empresa antes de determinadas mudanças, isso remete a uma Transformação Digital bem feita, com efeitos positivos.

Veja, Transformação Digital não é ter um Site, uma Fanpage, fazer postagens em Redes Sociais.

O simples fato de ter estas ações, não quer dizer que a Empresa está no caminho certo da Transformação Digital.

Como falei logo no início, a Transformação Digital passa pelos resultados que toda a Tecnologia envolvida oferece de resultados para a Empresa, e também para o Cliente.

A Transformação Digital é mais um desafio de Gestão do que de Marketing. Tome como exemplo uma Empresa de alimentação, que passa a oferecer a seus Clientes a opção de usar um aplicativo de Delivery para realizar os pedidos.

Isto por si só não representa a totalidade dos verdadeiros benefícios para a Empresa e para o Cliente a nível de resultados.

O primeiro fator a ser considerado aqui estará relacionado a Automatização dos Processos.

Quando falo no caso de uma Empresa de Alimentação aderir ao Aplicativo, e ele por si só não caracterizar a conclusão da Transformação Digital, quero dizer que todo o processo precisará estar amarrado, todas as fazes, desde a Gestão de Compras, analises Financeiras, processos de relacionamento com o Cliente, entre outros.

O APP no caso é apenas a ferramenta para automatizar o processo ou a experiência do Cliente.

O Empresário precisa entender que a Transformação Digital não se resume a isto apenas.

Na retaguarda deverá fazer uso de um Sistema de Gestão que irá além da emissão do Pedido de Venda e do Cupom Fiscal.

Para que a Transformação Digital seja percebida pelo Gestor, ele precisa ter a exata noção que se determinado processo em uso for removido, ou paralisado, os resultados e a estrutura sentirão prejudicados.

Veja, estamos falando de muitas coisas até aqui que estão relacionadas a Gestão da Empresa, não falamos quase nada sobre o Cliente, a percepção dele.

Mas, isto está implícito nesta mudança. Melhorando internamente o Cliente irá notar, ele está atento, e sabe quando mudanças estão sendo feitas para melhor.

Assim como ele também sabe quando as coisas não estão indo bem.

Quando o Empresário se dá conta de que não sabe como conseguia conduzir a Empresa antes de determinadas mudanças, isso remete a uma Transformação Digital bem feita, com efeitos positivos.

Veja, Transformação Digital não é ter um Site, uma Fanpage, fazer postagens em Redes Sociais.

O simples fato de ter estas ações, não quer dizer que a Empresa está no caminho certo da Transformação Digital.

Como falei logo no início, a Transformação Digital passa pelos resultados que toda a Tecnologia envolvida oferece de resultados para a Empresa, e também para o Cliente.

A Transformação Digital é mais um desafio de Gestão do que de Marketing. Tome como exemplo uma Empresa de alimentação, que passa a oferecer a seus Clientes a opção de usar um aplicativo de Delivery para realizar os pedidos.

Isto por si só não representa a totalidade dos verdadeiros benefícios para a Empresa e para o Cliente a nível de resultados.

O primeiro fator a ser considerado aqui estará relacionado a Automatização dos Processos.

Quando falo no caso de uma Empresa de Alimentação aderir ao Aplicativo, e ele por si só não caracterizar a conclusão da Transformação Digital, quero dizer que todo o processo precisará estar amarrado, todas as fazes, desde a Gestão de Compras, analises Financeiras, processos de relacionamento com o Cliente, entre outros.

O APP no caso é apenas a ferramenta para automatizar o processo ou a experiência do Cliente.

O Empresário precisa entender que a Transformação Digital não se resume a isto apenas.

Na retaguarda deverá fazer uso de um Sistema de Gestão que irá além da emissão do Pedido de Venda e do Cupom Fiscal.

Para que a Transformação Digital seja percebida pelo Gestor, ele precisa ter a exata noção que se determinado processo em uso for removido, ou paralisado, os resultados e a estrutura sentirão prejudicados.

Agora, nunca esquecer que um novo processo nem sempre, ou melhor, 90% dos casos, não inviabilizara um outro já existente. O que acontecerá muitas vezes é o complemento dos mesmos.

Então, como escoteiro, esteja sempre alerta.

Investir em conhecimento não quer dizer ter feito uma FACULDADE. Na Gestão Empresarial voltada para a Transformação Digital, isso representa o envolvimento constante com o aprendizado, com o treinamento em novas tecnologias, no conhecimento de novos métodos e processos, na implementação de novas ferramentas.

Então, esteja preparado para proporcionar a todos da sua Empresa conhecimento constante.

Querer terceirizar as ineficiências da Empresa a problemas ou instabilidades tecnológicas funciona durante um período.

Nas Empresas, se o Sistema está fora do AR, ou se teve alguma falha de atendimento, isso até pode acontecer.

O que não poderá ocorrer são falhas em processos básicos por falta de conhecimento ou até mesmo uso indevido da Tecnologia.

Por exemplo, deixar faltar produto ou deixar vencer produto por falhas no processo de controle de estoque.

Neste caso fui bem no básico, porém, acredito que as Empresas de Varejo precisam melhorar este básico mesmo.

De nada irá adiantar ela querer ir para o Digital se seus processos não funcionarem de forma correta.

Muitas tendências já surgiram, estão em uso, outras surgindo e que irão ser utilizadas em pouco tempo, todas envolvidas com a Transformação Digital, como o Big Data, a Inteligência das Coisas, o Business Inteligence, Realidade Virtual, Automação de Marketing, Inteligência Artificial com Machine Learning.

Veja, falo isso por experiência própria com os varejistas, o pequeno Varejo.

Mas vou mais além, esqueça as tendências acima (pelo menos por hora), e analise na sua Empresa hoje, diante do que você tem disponível, qual o índice de dependência e de utilização das tecnologias disponíveis atuais, não as novas, mas sim as básicas.

É como um vício, você (sua Empresa) tem que estar dependente de processos automatizados.

Todos os processos, e todas as pessoas.

Abraços e Sucesso.

P.S.: Quer saber se sua Empresa está no caminho da Transformação Digital? Tire 15 dias de Férias, se ela caminha sozinha, sem sua presença ou interferência, você está no caminho certo