Olá, tudo bem

Gostaria de entender uma única coisa hoje!

Porque os Gestores de Empresas de Varejo não acreditam e implantam processos de Gestão?

Sim, porque existe uma situação muito simples que comprova o que estou questionando aqui.

Se mais de 60% das Empresas fecham nos seus primeiros 5 anos de vida, o motivo principal é fala na Gestão, isto quer dizer que não está sendo feita a lição de casa, ou seja, não está sendo feita a Gestão adequada.

Fazer Gestão é fazer uso de todas as ferramentas que existem nas diversas áreas da Empresa.

Mas para ser mais explicito, e ir direto ao ponto, eu gostaria de discorrer sobre um caso que aconteceu recentemente comigo, quando fazia um atendimento a um possível novo cliente.

Falo um possível novo Cliente porque ele chegou até minha Empresa solicitando orçamento para implantar em sua Empresa o Sistema para emissão do Cupom Fiscal.

Claro que minha função, como especialista no fornecimento da principal ferramenta de Gestão para Empresas de Varejo, era fazer o levantamento sobre as necessidades deste cliente.

E foi isto que aconteceu, e a posição passada pelo futuro Cliente era que ele estava passando de MEI para ME, e seria necessário então fazer uso do Emissor de Cupom Fiscal.

Bem, como minha função é passar para o Cliente nossa proposta, de forma a atende-lo no que nos foi solicitado, porém, costumo apresentar também a oportunidade que oferecemos para o Cliente estar implementando em conjunto com o Sistema, o uso da Metodologia AUFRE.

De forma bem resumida, a Metodologia AUFRE tem como objetivo principal, proporcionar ao Empresário métodos e processos para que tenha uma Empresa que gera Lucro todo Mês.

Neste momento que vem o ponto da estranheza que me causou, o qual estou relatando aqui.

O Empresário quando recebeu minha proposta, comparou nosso valor ao oferecido pelo concorrente, o qual apresentou uma pequena, mas muito pequena diferença.

Caberia a mim, de forma objetiva justificar a diferença, e foi o que fiz.

E de forma bem objetiva, o fato se resume a oferecermos um método que proporciona resultados suficiente para custear o valor do nosso contrato mensal.

Mas o que ocorreu, foi que o Cliente se posicionou de forma equivocada, preso ao valor do contrato, e não ao resultado que poderia obter.

E o pior, preso a justificativa de redução de Despesas frente as dificuldades financeiras que vem enfrentando, onde no momento, seria extremamente necessária olhar mais para o valor a ser economizado do que para o resultado a ser obtido.

Veja que incoerência!

Ora, se a dificuldade existe, e você se depara com uma solução que possibilita alcançar novos e melhores resultados, porque então se prender a uma diferença de custo tão pequena em função de uma justificativa de Redução de Despesas.

Esta entendendo, o Gestor justifica que está em dificuldade, você oferece ajuda, mas ele continua no posicionamento que os custos envolvidos precisam ser reduzidos, e por isso não pode assumir tal compromisso.

E o outro ponto, que é bastante relevante, que no momento, pela dificuldade e pela necessidade atual, precisa reduzir ao máximo qualquer tipo de trabalho adicional, pois não dispõe de profissionais pra fazer todo o serviço.

No começo deste artigo, inclusive o título que dei a ele, fala sobre o Gestor não acreditar nas ferramentas de Gestão.

E no final, é isso mesmo que acabamos vivenciando, são Gestores que acabam sucumbindo em suas crenças limitantes, justificando que utilizar o Sistema da trabalho, ou que o Sistema não gera o retorno esperado.

Minha sugestão então, é que os Gestores acreditem sim, se dediquem mais aos Métodos e Processos, não importando o tamanho da sua Empresa.

Não sobreviverá e não perdurará Empresas que não adotem esta filosofia da Transformação Digital.

E isto que estou falando aqui é um ponto bem simples, porém o mais importante, pois o fato de estar passando por dificuldades financeiras, de estar precisando reduzir custos, já o suficiente para que o Empresário se apegue a mudanças conceituais, como o uso adequado do seu Sistema de Gestão.